BLOG

Este é nosso espaço para falarmos um pouco mais sobre Dificuldades e Transtornos de Aprendizagem. Aqui, compartilharemos artigos, tiraremos dúvidas e daremos dicas sobre o assunto.

O Processo de Aprendizagem

POSTADO POR META | 16/05/2018

Você sabe como se dá o processo de aprendizagem? Este é o tema do primeiro texto do nosso blog!
Nosso processo de aprendizagem acontece no Sistema Nervoso Central (SNC), estrutura complexa formada pelo cérebro e medula espinhal. O estudo da neurociência proporcionou um grande avanço no conhecimento dessas estruturas e conexões envolvidas no processo de aquisição de conhecimento, o chamado processo cognitivo, que abrange memória, atenção, linguagem, raciocínio lógico-matemático e funções executivas (conjunto de habilidades que gerenciam as funções cognitivas, o comportamento e as emoções).
Ao aprender o cérebro entra em atividade e ocorrem uma série de mudanças físicas e químicas, realizando novas sinapses (conexões entre as células do sistema nervoso), que transmitem a informação. Ao receber uma nova informação, o cérebro faz relação com uma experiência prévia, e isso faz com que ou ocorra uma mudança de conhecimento ou que um novo seja agregado, ocorrendo uma modificação em sua estrutura física.
De acordo com as necessidades que o individuo enfrenta no seu dia a dia, novas conexões neurais vão se formando. O cérebro, portanto, está constantemente reorganizando-se, pois é flexível e capaz de aprender, adaptar-se e aperfeiçoar suas habilidades através de estimulação adequada.
Todas essas mudanças que ocorrem nele são resultados de sua maturação e experiência. A maturação diz respeito ao desenvolvimento biológico (programação genética) em que partes diferentes do cérebro podem estar prontas para aprender em momentos diferentes, gerando o que é denominado de janelas de oportunidades.
Janelas de oportunidades são períodos importantes em que o cérebro responde a determinados estímulos de forma mais eficaz e criam ou consolidam conexões nervosas mais fortes e duradouras. Nestes períodos a estimulação ambiental é mais eficiente para obter mudanças
Um estimulo apropriado, portanto, gera maior desenvolvimento, que por sua vez propicia formação de novas conexões neurais, modificando assim a estrutura do cérebro. Isto significa que o próprio ato de aprender capacita nosso cérebro a construir novas aprendizagens.
Gostaram do texto? Nos próximos iremos falar sobre como se dá o processo de alfabetização. Fiquem ligados!


Fonte: GÓMEZ, Ana Maria Salgado; TERÁN, Nora Espinosa. Transtornos de Aprendizagem e Autismo. 1.ed. Editora Grupo Cultural, 2014.
Imagem: Escola fotografia desenhado por Pressfoto - Freepik.com

Comentários:

Posts relacionados:

Deixe seu comentário:

Seu e-mail não será publicado. Os campos com (*) são obrigatórios.

Comentário: *
Nome: *
E-mail: *